Antibióticos são medicações que matam ou impedem a multiplicação de bactérias. Eles são utilizados no tratamento de infecções bacterianas que envolvem qualquer parte do corpo.

O obstáculo principal no uso deste tipo de medicamento é a resistência ao antibiótico. Isto significa que as bactérias não são afetadas pelos antibióticos e continuam a multiplicar-se nos tecidos. A infecção se propaga mesmo que o medicamento esteja sendo administrado. Este é um problema muito recorrente na Medicina Humana e, atualmente, estamos presenciando na Medicina Veterinária. A resistência bacteriana pode ocorrer principalmente quando o uso do medicamento é incorreto e banalizado, por exemplo ao interromper o tratamento sem orientação médica ou até mesmo quando o proprietário tenta medicar por conta própria seu animal.

Escolher o antibiótico certo é uma importante decisão tomada pelo Veterinário. Hoje no mercado existem inúmeros tipos, e cada um tem um perfil diferente para alcançar tecidos específicos do corpo e eliminar certos tipos de agentes. O procedimento ideal para se determinar esta escolha é através de um exame chamado cultura e antibiograma. Este exame detecta o microorganismo e mostra qual o antibiótico mais eficaz contra ele. Entretanto, este exame requer tempo para ser realizado (geralmente mais que dois dias) e muitas vezes, dependendo da situação, não podemos esperar. Nesses tipos de casos são levados em consideração o tipo de infecção e o quadro clínico do animal e geralmente opta-se por antibióticos de perfil bem abrangente (chamados de amplo espectro). Um outro ponto importante é em relação ao animal a ser tratado: idade, estado nutricional, doenças concomitantes, prenhez, lactação. Estes medicamentos podem trazer efeitos tóxicos e alguns deles tem contra-indicações.

Tendo isso em vista, uma vez escolhido o antibiótico, para que o tratamento de seu animal seja eficaz, lembre-se:

  • Respeite o horário de administração do medicamento rigorosamente.
  • Jamais suspenda o antibiótico antes do prazo indicado pelo Veterinário, mesmo que os sintomas já tenham sumido.
  • NUNCA medique por conta própria seu animal
  • Fique atento ao modo de armazenagem e ao prazo de validade dos medicamentos – alguns tem que ser refrigerados, alguns duram apenas cerca de 1 semana após serem abertos.
  • Todos os medicamentos podem trazer efeitos colaterais.

Na dúvida, consulte seu Veterinário!

por Dra. Andrea Chemin

ATT00013

Tags: , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Antibióticos: a eficácia do tratamento também depende de você

  1. Maria Celeste

    Minha Felícia,de 6 meses tem as famosas manchas de lagrimas.
    Já ví e ouvi muitas mamis usando em seus animais o antibiótico
    Angel Eyes.
    Penso em medicar também a Felícia, com este medicamento,mas gostaria de ter mais opiniões.
    Moro no interior de Minas Gerais e aqui não temos muitos recursos de informações e etc…
    Pode, se possível,l me dizer se é aconselhável ou não?
    Grata,

    Celeste

• Assuntos Relacionados •