Atualmente é impossível se pensar em cosmiatria (a parte estética da dermatologia) sem falar sobre a toxina botulínica.  Ela está presente nos consultórios, nas revistas, nos programas… E o que precisamos saber sobre ela?

A toxina botulínica é um derivado purificado de uma substância produzida por uma bactéria, o Clostridium botulinum. É uma neurotoxina que atua paralisando os músculos. Assim, sua primeira aplicação médica foi no campo da neurologia, para o tratamento de espasmos musculares involuntários, presentes em diversas doenças. Com o passar do tempo, seu uso foi ampliado também à dermatologia, para o tratamento de rugas, onde o seu uso foi amplamente difundido.

Quando aplicada no músculo, a toxina gera uma paralisia temporária, de acordo com a dose utilizada. Com isso, a musculatura se movimenta menos e as linhas de expressão diminuem e são suavizadas. As principais áreas tratadas são a glabela, que causam as linhas verticais entre as sobrancelhas (“cara de bravo”), a fronte com intuito de melhorar as linhas horizontais, e ao redor dos olhos, como tratamento dos famosos “pés de galinha”. Outras áreas também podem ser tratadas, como o pescoço, nariz, o sorriso gengival… O efeito máximo ocorre em 2 semanas e a duração total varia entre 4 a 6 meses. Um tratamento com altas doses e muitos pontos pode causar aquela face “paralisada”, “esticada”, sem expressão. Mas um tratamento adequado para a necessidade de cada paciente gera bons resultados e naturais, bastante satisfatórios.

E atualmente tem surgido cada vez mais aplicações para o uso da toxina botulínica: hiperidrose (sudorese excessiva), enxaqueca, bruxismo… Enfim, esta é mais uma importante ferramenta não somente no arsenal dermatológico, mas também de outras especialidades médicas.

por Dr. Nuno Osório e Dra. Camila Seque

Tags: , , , , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 Comentário:Botox | Toxina botulínica e suas diversas aplicações

  1. Luana

    Adorei o post Bru!!!
    Estou postando looks e acessorios de Los Angeles,
    Check it out:

    http://www.thegavlaks.com

  2. Viv

    Eu suo muito na cabeça, ja falaram que a aplicação de botox resolveria é verdade? Por quanto tempo duraria o beneficio da aplicação?

  3. Fabricia Generozo

    Que bacana Bru, minha sobrinha tem bruxismo e eu apertamento , vou procurar saber mais sobre esse assunto ,obrigada pela dica ,muuito valiosa!! bjs

    • Bru Pacífico

      Imagina Fabricia, é muito bom saber que ajudamos vocês!!
      Obrigada
      Beijos
      Bru

  4. Marga

    Bru, a cada dia que passo fico mais viciada no teu blog, não passo um só dia sem entrar. É cheio de coisas diferentes e amo os assuntos que abordas…. As dicas são ótimas e és super atenciosa com as leitoras… Te adoro!!!

    • Bru Pacífico

      Oi Marga,
      Fico super feliz de saber que você gosta dos meus posts e do blog!!!
      Muito legal saber que está sempre por aqui!!
      Obrigada pelo carinho!
      Beijos
      Bru

  5. Fernanda

    Adorei o post Bruu!
    Beijos Fe.

    Para dicas e novidades: http://www.fesparkle.blogspot.com

  6. Paty Miranda

    Bru, posso fazer um aperguntinha indiscreta? rsrs
    Você já fez botox? Pergunto isso pois gostaria de saber se existe alguma idade minima para afzer, uma vez que você fica meio ‘escrava’ do tratamento por ele só durar 6 meses…

    Beijos

  7. Patricia

    Olá!
    Estou doida pra fazer na glabela mas tenho muito medo pois já vi várias pessoas que tiveram ptose (não sei como escreve) de pálpebra, uma o,ho fica bem diferente, mais fechado que o outro. Gostaria muito de saber pq isso ocorre e como evitar que isso aconteça. É erro de aplicação ou cada músculo pode reagir de maneira diferente? Outra dúvida que tenho é que me dizem que depois q o efeito passa, “cai” tudo, mais do que estava antes da aplicação, procede?
    Obrigada!
    Bjos

    • Bru Pacífico

      Oi Patricia,
      Vou levar suas dúvidas para o Dr. Nuno e te respondo depois!
      Beijos
      Bru

    • Dra Camila Seque

      Oi Patrícia,
      A ptose (é isso mesmo!) palpebral ocorre quando a toxina é aplicada na testa e muito próxima à sobrancelha, pois paralisa o músculo que abre os olhos. Uma aplicação correta, nos pontos corretos não causa esse efeito ou assimetria.
      Após o término do efeito a pele mantém-se como estava antes da aplicação, às vezes até melhor pq as linhas ficam mais suaves e o músculo “educado” a não mover tanto.
      Beijos

• Assuntos Relacionados •