Muitos veterinários tratam gatos como cães pequenos, mas hoje em dia sabemos que são duas espécies completamente diferentes. Apresentam comportamento diferente, tem necessidades distintas e doenças específicas. Até na hora de levar seu animal ao veterinário precisamos ter cuidados diferentes.

Existem também diferenças de proprietários dos cães e gatos. Os proprietários de gatos são mais interessados e também mais exigentes, pesquisam mais sobre a espécie e suas doenças. Apesar disto, levam menos o gato ao veterinário comparado a um proprietário de um cão, isto porque é um processo muito estressante para o felino e para o próprio proprietário.

O gato é um animal muito metódico e se estressa com muita facilidade. Qualquer mudança na rotina como a chegada de um novo animal, reforma, pessoas diferentes ou até uma ração diferente pode estressar um felino. Como lidar então com um gato que é tirado do seu território, levado a um ambiente estranho, com cheiros diferentes, cães latindo e pessoas o manipulando, colhendo sangue, urina ou colocando um catéter? Temos que passar segurança para o gato para que ele se sinta o menos ameaçado possível, para diminuir o seu nível de estresse.

Levando o gato ao veterinário:

  • O proprietário deve estar calmo, o animal sente quando o seu dono está estressado.
  •  Acostume o gato a ser tocado nas patas, orelhas e boca.
  • Deixe-o algumas horas sem comida antes de ir ao veterinário para que ele não vomite no carro.
  • A caixa de transporte deve permitir que ele se mova. O ideal é que o topo da caixa possa ser retirado e também ter uma abertura frontal. Acostume o gato a entrar na caixa e ofereça recompensas, ela deve ficar aberta em casa, com uma toalha confortável, brinquedos, comida e água. O gato pode demorar semanas para se acostumar com a caixa e entrar espontaneamente; se ainda não estiver acostumado, leve a caixa para um quarto e feche a porta. Tente colocá-lo por cima da caixa de forma gentil.
  • A caixa deve ser presa ao cinto de segurança no carro.
  • A caixa pode ser coberta com uma toalha para evitar que o gato tenha estímulos visuais.
  • Usar Feliway: é um produto sintético com a mesma ação do feromônio facial felino. O animal fica mais tranquilo. Usar 30 minutos antes de colocar o animal na caixa e no carro. É encontrado em casas de produtos veterinários.

Todos esses pontos são importantes para o gato ficar mais tranquilo e não estranhar tanto a ida ao veterinário, mas há cuidados a serem tomados na volta pra casa também:

Quando um gato vai ao veterinário, ele volta para casa com o cheiro da clínica. O cheiro diferente é percebido pelos outros gatos da casa podendo estranhar o animal. Comumente ocorrem brigas por acharem que não é o animal do grupo. Por isso, chegando em casa, deixe o gato dentro da caixa e observe como os outros reagem. Se estiver tudo bem, pode soltá-lo. Se não, coloque o animal em um quarto separado por no mínimo 24 horas para ganhar novamente o cheiro do grupo. Use Feliway. Se tiver ainda problemas, na próxima consulta, leve o outro gato para que ele também fique com o cheiro da clínica.

Em seguida, postei alguns links de vídeos muito interessantes feitos na Universidade de Cornell, considerada uma das melhores universidades de Medicina Veterinária do mundo, sobre manejo de felinos (como administrar medicações, aferir temperatura, escovar os dentes e até sobre algumas doenças).

Espero que gostem!

Como cortar as unhas do seu gato. Aprenda AQUI!

Como dar medicamentos para o seu gato. Aprenda AQUI e AQUI!

 

Tags: , , , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

22 Comentário:Como levar o meu gato ao veterinário?

  1. angelica

    adorei o post.
    beijos

    http://www.tracasebaratas.blogspot.com

  2. Aline

    Muito bacana, eu tenho um gatinho e ele é super mega medroso, sempre quando saí de casa volta todo estressado. Muito bacana o post. Adorei!! beijoos

    http://www.vaidadeempauta.com

    • Bru Pacífico

      Espero que dê certo com você Aline!
      Obrigada
      Beijos
      Bru

  3. Giórgia

    Ah, que amor!

    Adorei o post! A maioria das pessoas só fala de cachorros!

    Beijo!

  4. Fernanda

    Superdicas, amei!
    Beijos Fe.

    Para dicas e novidades: http://www.fesparkle.blogspot.com

  5. mi

    P A R A B É N S pelo post!!! Fico triste ao ver que quase ninguém fala dos felinos que são animaizinhos L I N D O S e carinhosos, meigos e extremamente espertos, faltam informações na net sobre o assunto. E esse aí da fot, de olhinhos juntos é muito fofo!
    Bjs garota 😀

    • Bru Pacífico

      Promete que sempre falarei sobre os felinos por aqui!!
      Obrigada Mi!!
      Beijos
      Bru

  6. Cyntia

    Muito bom o post, Bru! Uma dica que funciona aqui em casa (tenho dois gatos) é passar essência de baunilha na área do pescoço do gato que saio de casa. Com a essência, eles não se estranham. 🙂
    Parabéns pelo blog! Muito bom ver a sua ação em relação aos animais. 🙂
    Um beeijo!

  7. Analu

    Muito legal o post! Amo gatos e o meu é super medroso, passo um trabalho pra por ele na casinha, é realmente estressante para os dois mas tudo vale a pena porque esses bichinhos são uns amores e fofos demais!!! Amo muito!!!!

  8. Ellen Cristina

    amei as dicas !!! Tenho uma gata e é sempre um sacrifício fazer com que ela vá calma ao veterinário …
    Beiijão Bru !!

    • Bru Pacífico

      Oi Ellen,
      As dicas do Dr. Laurence são sempre ótimas, né?!
      Que bom que gostou!!
      Obrigada
      Beijos
      Bru

  9. Luana

    Olá!
    Gostei muito do teu blog!
    Acho que há um diferencial interessante em relação aos outros blogs, principalmente pelo fato de abordar também assuntos dos nossos bichinhos. Sou apaixonada por animais, especialmente gatos e fiquei muito feliz de vê-los por aqui na minha primeira visita ao blog.
    Um abraço!

    • Bru Pacífico

      Oi Luana,
      Adorei saber que gostou do blog e dos meus posts… Também amo gatos e vou falar sempre sobre os cuidados com eles aqui!
      Obrigada e seja bem vinda!!
      Beijos
      Bru

  10. Maria Fernanda

    Bru, já tive oportunidade de elogiar seu zêlo com nossos amiguinhos. Agora adotei um gatinho FeLv+ e apreciaria se o Dr. Laurence pudesse esclarecer mais sobre a infecção, os quadros clínicos que poderão advir, a expectativa de vida dos bichinhos infectados e o que se pode fazer para tornar suas vidas o mais agrádaveis possível. É possível ler muito a respeito na internet, e mesmo os profissionais da área divergem quanto a vários pontos. Fica então a dica de um post esclarecedor sobre o assunto, voltado aos leitores do blog, que desconhecem o assunto. Um grande abraço, continue com seu trabalho bacana.

    • Bru Pacífico

      Oi Maria Fernanda,
      Vou pedir para o Dr. Laurence falar sobre o assunto.
      Obrigada pela dica!!
      Beijos
      Bru

  11. ana

    estou pensando em adotar 2 cachorros mais a decisão vai partir do meu vô e espero que ele diga sim é claro e vou adotar um filhote daqueles eles são lindooooooooossssssssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11

  12. josianetche@ovi.com

    Legal, a casinha do meu gatinho é a caixa de transporte dele.♥

• Assuntos Relacionados •