Este post foi feito a pedido de uma leitora, espero que gostem!

É bastante comum encontrarmos proprietários aborrecidos com os seus animais por terem as suas casas destruídas por eles.

Esta conduta pode ser considerada normal em alguns casos, como nos filhotes, que apresentam comportamento exploratório e por brincadeiras, além de arranhadura de superfície no caso dos gatos para demarcação de território. Embora possa ser normal, o comportamento destrutivo pode ser um sinal de alguma doença como compulsão, busca de atenção, ansiedade, entre outras.

Deve-se ficar atento principalmente com filhotes, pois destroem e ingerem praticamente todo tipo de material: brinquedos de borracha, panos, tapetes, caroços de frutas, moedas, agulhas, fios (principalmente os gatos), chinelos, pés de mesas e cadeiras e até buchas de lavar louças. Na maioria dos casos existe indicação de endoscopia ou cirurgia para a retirada do corpo estranho.

Quando se tem um filhote em casa todo objeto possível deve ser retirado do alcance do animal e deixar apenas brinquedos que não soltam pedaços e arranhadores para gatos. Precisamos recompensar comportamentos desejados e punir os incorretos, mas nunca com violência. Podemos passar produtos amargos em objetos que não possam ser removidos, colocar fita dupla face nos locais que os gatos estão arranhando ou/e borrifar spray de ferormonio sintético encontrado em lojas veterinárias.

Quando o distúrbio está relacionado com alguma doença o tratamento é mais complicado e nem sempre conseguimos acabar com os sinais e sim ameniza-los. Neste caso a orientação veterinária é imprescindível sendo necessário algumas vezes iniciar o tratamento com medicações ansiolíticas e anti depressivas.

Já nos casos que os animais urinam e defecam fora do local correto podemos tomar algumas providencias. Para cães filhotes deve-se deixar o animal em um espaço restrito forrado com jornal. Com o passar do tempo o espaço pode aumentar, lembrando que o estímulo de micção e defecação ocorre após o animal se alimentar e beber água. Eles também não conseguem se segurar por muito tempo, por isso, quando estão muito longe do local correto, pode escapar alguma coisa. No caso dos gatos a história é bem diferente! Desde filhotes urinam e defecam na caixa de areia sem precisarem de nenhum ensinamento. No caso dos adultos, cães e gatos podem urinar em locais inapropriados para demarcar território. Principalmente nas casas onde o número populacional de gatos é alto a demarcação ocorre com bastante frequencia. A castração pode ajudar, mas em alguns casos não é a solução. Outras causas são problemas urinários, areia sanitária de marcas diferentes, local onde está a caixa de areia muito barulhento, entre outros.

por Dr. Laurence von Galen

Tags: , , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 Comentário:Comportamento destrutivo e eliminação inapropriada

  1. Ana Bordim

    Ótimas informações!

    Realmente, violência não ajuda em nada. Se alguém grita com o meu cachorro, ele só fica mais nervoso e agitado. Quando falamos “sério” com ele, ele parece entender melhor.

    • Bru Pacífico

      Concordo com você Ana! Sou totalmente contra isso, pois não adianta bater nos animais, eles não aprendem assim…
      Obrigada
      Beijos
      Bru

  2. alice

    Dr Laurence gostaria de saber sobre alimentos que nos humanos comemos mas os caes nao podem comer pois lhes fazem mal , se possivel escreva um post sobre isso , obrigada =)

    • Laurence

      Oi Alice, como vai?

      A alimentação ideal é a ração, pois está balanceada para suprir todas as necessidades nutricionais de cães e gatos. Mesmo com toda a oferta de rações no mercado, muitas pessoas ainda oferecem comida caseira aos seus animais. Os alimentos perigosos são o chocolate, cebola, frutas cítricas, uva, sementes de pêssego, ameixa e maçã, macadamia, massas cruas com fermento, cafeína, alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas, entre outros.

      Espero ter tirado a sua dúvida! Obrigado por participar!

  3. Carol

    Adorei o post!
    Estou postando looks de Los Angeles e acessorios de verao:

    http://www.thegavlaks.com

  4. Camila

    Esses comportamentos tambem variam muito de raca para raca, ja tive dois labradores que destruiam a casa quando pequenos e agoro tenho um basset hound que e uma anjo.

    • Bru Pacífico

      Variam mesmo Camila.. Cada um é de um jeito né!?
      Beijos
      Bru

  5. Thalita

    Aii perfeito este post! Copiei, pode? Essa semana tive uma “devolução” de adoção por a filhote ter comido um vaso!!! =/ Desacreditei na atitude, do idiota que a adotou! Até onde vai a imbecilidade do ser humano!

    • Bru Pacífico

      Oi Thalita,
      Infelizmente ainda existem pessoas assim…
      Obrigada, que bom que gostou!
      Beijos
      Bru

  6. Carla

    o problema é que todos os brinquedos que dou pra minha Golden ela consegue fazer soltar pedaços ! aí fico com medo dela engolir e fazer mal (mas até que ela não engole não…só rasga e deixa lá).

    • Bru Pacífico

      Oi Carla,
      Procure dar brinquedos mais resistentes, assim eles vão durar mais!!
      Beijos
      Bru

  7. Mari Pierri

    Prezado Dr. li seu post e adorei porem não consegui encaixar o probleminha o meu pet nas questões abordadas. a 5 anos adotamos um vira lata o Thor, ele é um amor de pet super brincalhão e carinhoso e completamente ativo apesar de seus já 5 anos, porem desde que nos mudamos de nossa casa para um apartamento nosso amigo mudou de temperamento, nao conseguimos ensina-lo um novo lugar para evacuar… ele acha que a casa toda é um grande banheiro e ele passou a ter um comportamento destrutivo comendo cobertores almofadas cortinas e qualquer objeto que caia no chão que ele consiga pegar antes de nós, fora o compartamento agressivo que tem quando tentamos retirar este objeto dele. peço a gentileza que nos ajude dando alguma dicas para esta adaptação a nova casa.

  8. Laurence

    Olá Mari, tudo bem?
    Mudar o comportamento de um animal pode ser um grande desafio e necessita de muita paciência. O fato do Thor ser muito ativo e ter morado em uma casa é muito importante. Animais com muita energia precisam gastá-la, se conseguisse passear com ele de 2 a 3 vezes ao dia, pelo menos meia hora cada, ele já poderia se acalmar. Ele também não tem como saber onde é o lugar que ele deve defecar se vocês não deixarem isto bem claro. Quando acertar o local ele deve ser recompensado. Agora se ele fica agressivo com vocês acho que vocês precisarão de ajuda médica.
    Espero ter ajudado! Tenha paciência e tente os passeios! Farão bem pra saúde dos dois!

  9. anna

    Ola,, tenho uma linda shitzu ,acho que tem 5 anos.. um amor.!Ela e agressiva e ataca qdo meu marido chega perto de mim,isso estando sentada ,ou qdo me da algo em maos. Ela tb e agressiva qdo pega algo que n pode ,tentamos pegar dela. Tb e agressiva com rodos e vassouras. N suporta que passa isso perto dela! Ah, n gosta que eu brinco com outro caozinho, ela briga com o cao.!N deixa cachorros chegarem perto de mim, parece um general! briga e ataca tdos!Na minha casa n pode entrar um animal.Queria tanto tirar isso dela!Minha irma acha que ,è porque ,aqui na italia ela e sò. Na minha casa do Brasil, as primas dela n podem entrar, ela me vigia o tempo tdo. Gostaria tanto de receber as priminhas dela, e que ela ficasse feliz,brincasse com tdas!qdo elas chegam em casa tenho que pegar ela no colo para n machucar as outras!Tirando tdo isso e um amor,companheira amiga e dolce! O que fazer com essa moça,Laurence?

    • Laurence

      Oi Anna, como vai?

      Como você mesma disse, ela é a general da casa. Os cães consideram a sua família como sua matilha e toda matilha tem um líder. Alguns cães tem um comportamento dominante e assumem o papel de líder. Ela comanda a casa e alguém tem que assumir este papel. Algumas mudanças podem ajudar: não brincar com ela de “cabo de guerra”, pois simboliza uma disputa de poder de quem vai ficar com o objeto, vocês devem comer antes dela e até mesmo não deixar que ela passe na sua frente quando passar pela porta, por exemplo. O líder sempre está na frente. Quando ela fizer algo que não gostem, vocês podem ser firmes dizendo não e até deixa-la alguns minutinhos de castigo. Mas tome cuidado para não se machucar, qualquer dúvida marque uma consulta com um Médico Veterinário.

• Assuntos Relacionados •