Recentemente falamos aqui no Blog sobre cuidados na hora do banho de cães. Hoje vamos falar sobre cuidados com as unhas. As unhas, assim como as nossas, crescem continuamente e necessitam de desgaste frequente. Isso ocorre naturalmente, principalmente quando os animais passeiam ou andam em locais com piso mais áspero. Porém, nem sempre esse desgaste é suficiente – ou porque o animal não tem acesso a estes tipos de piso ou porque não andam tanto (isso é mais comum em animais mais velhos). Quando isso ocorre, é preciso que elas sejam aparadas com certa frequência.

Quando as unhas dos cães crescem demais, elas interferem na forma como o animal pisa, causando distúrbios posturais, perda de equilíbrio e escorregões. As unhas grandes podem ainda entrar na pele do animal (devido à curva de crescimento que ela faz), causando muita dor. Além disso, as unhas ficam mais susceptíveis à quebra, também trazendo bastante desconforto ao animal.

Quanto aos gatos, eles costumam gastar suas unhas arranhando os móveis e arranhadores próprios. Mas assim como os cães, nem sempre esse desgaste é eficaz. Podemos também cortar suas unhas. Dessa forma, evitamos alguns acidentes por arranhadura.

É indicado que o corte das unhas seja feito por profissionais. Quando a unha é cortada além do limite, ocorre um sangramento intenso, muita dor para o animal e ainda acaba o traumatizando. Muitos animais não permitem o corte da unha após passarem por situações semelhantes.

por Dra. Andrea Chemin

Cópia de foto

Fridoca cortando as unhas no Pet Shop, na época ela era filhotona ainda!

Tags: , , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Cuidados com as unhas dos pets!

  1. Maria

    Oi Bru…

    Primeiro queria dizer que amo o blog. Vc e a Frida são muito fofas e lindas!
    Bru, tenho um peludo na raça lhasa apso com 8 anos de idade. Ele não é castrado e pelo fato de estar longe de outros peludos da rua não apresenta nem pulgas e nem carrapatos. Estou quase “enlouquecendo” de tanta preocupação, pois meu peludo não me deixar dar banho. Nunca tive problemas com isso, mas ultimamente o ato de dar banho tornou-se uma aflição na minha vida. Já tentei de várias maneiras ( preso na coleira, sempre tento colocar o cone tbm), mas nunca consigo concluir o banho, e por causa de sua agressividade em relação a isso, já me mordeu muitas vezes. E para piorar, como o banho não é feito de maneira correta, ele começou a se coçar muito e tbm morder as patinhas. Não o levo em pet shops por que tenho medo de dopá-lo e acarretar a alguma complicação. Queria alguma dica, ajuda, estou aflita com essa situação. Será que posso dar calmantes?
    Agora, ele é totalmente dócil na hora de brincar e no convívio com a família.

    bj

• Assuntos Relacionados •