Meninas, quem me acompanha no insta (@brupacifico) sabe que semana passada a Frida teve uma crise de coluna horrível… Levei ela correndo ao veterinário, pois ela parou de andar por conta da dor que ela sentia. Ela teve que tomar remédios fortíssimos e ela está de repouso absoluto desde então. A principio, os médicos disseram que ela pode estar com hérnia de disco, mas estamos esperando quinze dias de repouso para fazer mais exames! Aproveitei e pedi para a Dra. Andrea Chemin fazer um post sobre o assunto, super comum nos peludos:

“Um dos problemas neurológicos mais comuns de raças pequenas é a hérnia de disco da coluna. É um processo grave, que pode levar desde dor severa até a paralisia. Qualquer cão pode apresentar isso, mas sabemos que existem algumas raças mais propensas, como os dachshunds, bulldog francês, bulldog inglês, poodle, yorkshire terrier, boston terrier, e várias outras.

Entre cada par de vértebras está presente o disco intervertebral, que funciona como um disco de borracha, absorvendo o impacto e protegendo a medula espinhal, que passa dentro da coluna. A hérnia ocorre quando o disco intervertebral se rompe, e o material presente dentro do disco passa a comprimir a medula espinhal. Isso pode ser de forma abrupta, em alta velocidade ou pode ocorrer de uma forma mais lenta, quando este material escoa para o canal medular.hernia

Os sintomas observados geralmente envolvem muita dor, falta de apetite, respiração ofegante, andar incoordenado, apatia, fraqueza ao se locomover, dificuldade para se levantar e quando o problema se agrava, o animal vai perdendo a capacidade de mover os membros, de maneira progressiva.

O tratamento para hérnia de disco depende do grau e dos sintomas. Independente do grau, o uso de medicações para controle de dor é obrigatório. Para lesões mais leves,  geralmente é necessário repouso intensivo e atividade limitada. Em casos mais graves, muitas vezes a realização de cirurgia é recomendada. E ainda, como tratamento adjuvante, para fortalecer a musculatura e para estimular a parte neurológica, temos a opção de fisioterapia e acupuntura.

Infelizmente, hérnia de disco é uma lesão que pode acontecer várias vezes, em diferentes vértebras, especialmente em raças que são predispostas. Para evitar isso, podemos mudar alguns hábitos, principalmente para evitar impactos na coluna:

  • Fazer uso da coleira peitoral – mantém a coluna mais estável, principalmente quando o animal der algum tranco
  • Evite que seu animal suba e desça escadas
  • Não deixe seu animal pular de grandes alturas
  • Comprar uma rampa ou escada para ajudar o animal a subir e descer do sofá ou da cama
  • Manter os comedouros e bebedouros numa altura mais alta
  • Evitar piso liso
  • Mantenha seu animal dentro do peso. Animais obesos também são mais propensos a problemas de coluna.

Caso você perceba que seu cão possa estar apresentando este tipo de problema, assim como a Bru fez com a Frida, leve-o quanto antes para uma avaliação de um médico veterinário.”

por Dra. Andra Chemin

Tags: , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 Comentário:A Frida está dodói |Hérnia de Disco

  1. Daniela

    BRUUUU!!! Estou paaassaadaa!!! Tadinha da Frida meu Deus! O Malco, um cachorro do meu irmão ficou com esses sintomas. Percebi de cara quando ele ficou lá em casa nas férias do meu irmão. Parou de subir escada, uma pata bem fraca na junta! Fiquei desesperada com medo de ser uma doença grave…o veterinário fez raio x e não apareceu nada. Mesmo assim as características eram de uma artrose ou algo assim….daí, antiinflamatório, analgésico e tal. Aqui na minha cidade, infelizmente não tem exames mais complexos, até ultrassom quando precisamos, temos que levar em outra cidade! Muuito obrigada pelas informações, sempre são de muita importância, vc nem imagina! Beeijoos

  2. Maria S Costa Gomes

    Oi Bru linda,
    Tenha fé, seu bebê vai ficar bom logo, logo. Por favor, vc poderia indicar o médico veterinário da sua Frida ? É a Dra. Andrea Chemin ? Qual o endereço dela ?
    Eu tenho uma bebê também, a Mel, uma maltês e fiquei sem veterinária, pois a que era dela, mudou de S. Paulo.
    Grata por tudo.
    Beijos.
    Maria S. Costa Gomes

  3. viviane

    Nossa ela deve estar sentindo muita dor. Mas ainda bem que ela tem uma superprotetora pra cuidar dela.
    Valeu pelas dicas, vou divulgar entre meus amigos que tem um cãozinho em casa.
    E em gatos tb é assim, Bru?
    Bj.

  4. Cósima Mól de Araújo

    Tadinha da Frida! Nunca imaginei que os bichinhos também tivessem hérnia…

  5. Juliana

    Melhoras para a Fridinha.

  6. Carina

    Oi Bru!Vou te contar da minha experiência com acupuntura. Tenho um Shi Tsu de 7 anos que tem hérnia desde os 2. Nessa última crise notei fraqueza das patas traseiras (antes só dor e limitação de movimento). Foi a melhor coisa ter experimentado a acupuntura. Fui meio descrente mas como queria evitar a cirurgia faria qualquer coisa. Na primeira sessão ele dormiu!de tão relaxado e confortável que ficou. Fiz 4 sessões com intervalos semanais, não dou banho em dias frios (moro no RS) e ele vive de roupa!Com isso as crises são cada vez mais espaçadas. Um beijo para vc e saúde para a Frida!

• Assuntos Relacionados •