Intocáveis

6 setembro, 2012

Direção | Olivier Nacache e Eric Toledano 

Uma Maserati dirigida à toda, costura o trânsito à noite nas ruas de Paris. A polícia persegue o motorista infrator com estardalhaço.

Dentro do carro, ao volante, um jovem negro e um senhor de barba se entreolham com cumplicidade.

“- Você está em forma”, diz o senhor, apreciativo.

“- Aposto 200 como eles nos escoltam”, responde o rapaz negro de olhos sorridentes.

Quando a polícia os encurrala e o negro é jogado sobre o capô da Maserati, o mais velho começa a ter uma crise epiléptica dentro do carro.

“- Vocês estão loucos? Por que acham que eu estava correndo? Ele está doente! Tenho que ir para o pronto-socorro!” grita o rapaz negro para o policial.

E, na cena seguinte, ao som de uma música de discoteca anos 70, a dupla se diverte, cantando junto aos berros enquanto o negro dança ao volante, escoltados pela polícia até o hospital.

Passam os créditos na tela e ficamos sabendo que a história que inspirou o filme é real. No final, aparecem os dois verdadeiros protagonistas. Prestem atenção.

Mas, logo, o que nos cativa é o humor com que essa história, de uma dupla surpreendente, é contada.

Um acidente trágico de “parapente” levou Phillippe (o excelente François Cluzet) a uma cadeira de rodas. O tetraplégico milionário, que mora em um “hôtel particulier”, uma mansão luxuosa, precisa que façam tudo por ele, 24 horas por dia. Ele é inteligente, culto, bem educado. Mas o que é a vida sem um algo a mais que a torne interessante?

É aí que entra Driss, um jovem negro da periferia de Paris, ex-presidiário, desempregado, que tem alegria de viver de sobra.

Se Phillippe não tem como se movimentar e já perdeu as esperanças de algo que o faça vibrar nessa vida, Driss enfrenta dificuldades para sobreviver mas, apesar disso, não perdeu seu jeito bem humorado de ser. Ele entra na vida do outro como uma rajada de forças novas que Phillippe vai saber apreciar.

“Intocáveis” é a história desse encontro, onde dois universos tão diferentes se harmonizam, criando um terreno fértil para uma forte amizade.

Haverá uma troca que beneficiará os dois amigos.

Driss vai ser não só as pernas e braços de Phillippe mas também sua curiosidade e coragem. E Phillippe vai ampliar os horizontes de Driss, apresentando a ele um mundo que ele não conhecia. Será seus olhos e ouvidos abertos para o novo. Mas tudo isso sempre com humor. E nem sempre politicamente correto. Ainda bem. O roteiro dos dois diretores, Toledano e Nakache, tem o bom gosto de não fazer julgamentos nem ser moralista.

Mas “Intocáveis” não seria um filme tão bom e simpático, se não contasse com Omar Sys e François Cluzet como a dupla de amigos.

Não foi à toa que o jovem senegalês de 34 anos levou o César de melhor ator francês, concorrendo com ninguém menos que Jean Dujardin, o ganhador do Oscar americano. Alto, bonito, com um corpo expressivo e ágil, ele sabe fazer rir e comove com a mesma intensidade.

François Cluzet que consegue a façanha de contracenar com essa explosão de forças da natureza que é Omar Sys, apenas com a expressão de seu rosto, foi a escolha acertada para ser o outro da dupla.

Eu torço para que o cinema francês de qualidade conquiste cada vez mais o espectador brasileiro, viciado em “blockbusters” americanos.

Faça como eu e mais de 40 milhões ao redor do mundo e vá se encantar com “Intocáveis”.

Assista ao trailer:

 

Alguém já assistiu? Gostaram?

Tags: , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

35 Comentário:Intocáveis

  1. Rogéria

    O filme é lindo!
    Vale a pena!

    • Bru Pacífico

      Também recomendo Rogéria! Amei!
      Obrigada
      Beijos
      Bru

  2. arine

    Foi dos filmes mais lindos que assisti até hoje!

  3. Polliana

    Assisti ontem mesmo… é lindo, emocionante e divertido na dose certa! E a trilha sonora então, um espetáculo. Baseado em uma história real, uma lição de vida. Amei, com certeza um dos melhores filmes que vi nos últimos tempos. Lembrei do O Escafandro e a Borboleta que também é maravilhoso… beijos

    • Bru Pacífico

      Oi Polliana,
      O Escafandro e a Borboleta é maravilhoso!! Amei esse também, uma lição de vida…
      Beijos
      Bru

  4. Laísa

    Bru, qual é a indicação dele? Tô doida pra ver, mais tem aquele negócio chato de idade e tudo mais.
    Enfim, o filme parece ser lindo! Beijos.

    • Bru Pacífico

      Oi Laísa,
      A classificação é de 12 anos.
      Espero que goste!
      Beijos
      Bru

  5. Fabricia Generozo

    tô indo agoora assistir …rs bj!!!

    • Bru Pacífico

      Vai amar… Eu AMEI!
      Depois vem me contar o que achou Fabricia!!
      Beijos
      Bru

  6. Luana

    Ainda nao tinha visto, agora quero ver!!!!

    Estou postando acessorios de verao e looks de Los Angeles!!

    Take a look: http://www.thegavlaks.com

    • Bru Pacífico

      Você vai amar Luana! É imperdível!
      Obrigada
      Beijos
      Bru

  7. K-fé

    O FILME É SEN-SA-CIO-NAL!

  8. Alice

    O filme é MARAVILHOSO! Vale a pena ver, se emocionar!
    (:

    • Bru Pacífico

      Emocionante, amei também Alice!!!
      Obrigada
      Beijos
      Bru

  9. Fernanda

    O filme eh realmente muito bom!
    Beijos Fe.

    Para dicas e novidades: http://www.fesparkle.blogspot.com

  10. Mari L.

    Amei muito!! Um dos meus filmes preferidos agora!! rs

  11. Mara Camargo

    Filme maravilhoso!!

  12. Vanessa

    Um dos melhores filmes que já vi! recomendo muito!!

    • Bru Pacífico

      Oi Vanessa,
      Assisti hoje e realmente é um filme maravilhoso…
      Beijos
      Bru

  13. Mayara

    vi hoje..mtooo bom!!
    bjos bru!

  14. Juliana

    Um dos melhores filmes que ví… super recomendo pra quem ainda não assistiu….
    Linda história e engraçado… um filme que prende sua atenção o tempo todo…
    Beijos!

  15. Sandra

    eu amei esse filme…. e já indiquei para algumas pessoas…

    • Bru Pacífico

      Oi Sandra,
      Realmente esse filme é maravilhoso!
      Beijos
      Bru

  16. Jacqueline

    Esse filme é maravilhoso!
    Mostra que a amizade vence tudo, o importante não é oque você tem na vida mas quem você tem amigos são a família que nos permite escolher.

    • Bru Pacífico

      Maravilhoso mesmo Jacqueline, concordo com o que você disse!
      Beijos
      Bru

  17. mi

    Simplismente: Incrível – muito emocionante! Bjs Bru ;D

  18. mi

    ops! simplesmente

• Assuntos Relacionados •