Monumenta

19 maio, 2012

O Grand Palais é um marco da revolução industrial na Paris do começo do século XX. Construído para a Exposição Universal de 1900, o prédio conta com 72.000 m2 e a maior vidraçaria da Europa. É nesse esplendido monumento histórico, que uma vez por ano acontece a Monumenta. Trata-se de uma exposição, que como o nome já diz faz alusão à a arte de grande porte.

O projeto pioneiro ao apoio da produção contemporânea no quesito grandiosidade, teve inicio em 2007 e nos últimos anos, os responsáveis pela ocupação dos 13.500m2 da nave do Grand Palais foram artistas do calibre de Anselm Kiefer, Richard Serra ou Christian Boltanski. No ano passado o anglo-indiano Anish Kapoor surpreendeu a todos com a instalação de seu “Leviathan” inteiro em borracha fúcsia.

Para esta edição, o artista francês Daniel Buren vai mostrar a um grande público como a sua listra de 8,7cm ficou universalmente famosa no mundo da arte. Sendo considerado o precursor da arte “in-situ” ( in loco), Buren tem como missão questionar-se sobre a relação entre uma determinada obra de arte e seu conceito, sua apresentação. Ao longo de seus mais de quarenta anos de carreira, ele fez intervenções das mais variadas e inusitadas pelo mundo inteiro, algumas em museus e galerias e outras em lugares improváveis, agindo na paisagem urbanística. Muitas delas demoraram anos para cair no gosto da crítica que o julgava demasiado decorativa até o artista ganhar notoriedade.

Para a Monumenta 2012, Buren decidiu propor uma experiência, mais do que uma exposição e a batizou de “Excentrique”. A partir de uma fórmula matemática que visa conseguir preencher o teto de vidro com o maior número possível de bolas coloridas de tamanhos variados, criando assim uma trama visual mutável em decorrência da luz natural do sol. Uma miríade de pastilhas coloridas, interceptadas por colunas com a sua listra padrão de 8,7 cm, dessa vez em preto e branco.

Além de toda a profusão de cores, tramas e a reação que isso tudo deve provocar nos espectadores, haverá uma programação de música, teatro e performance em colaboração com a instalação.

Um feito histórico, a não perder de vista…

Tags: , , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentário:Monumenta

  1. clarisse

    Oi Bruna,

    Adoro seu blog, pelas boas diquinhas de beleza, a sua atenção pelas suas leitoras, mas o seu “plus” é mesmo esses posts culturais.

    Não sou muito adepta de arte contemporanea, apesar de ter tido boas surpresas as vezes.

    Desperto o meu interesse para essa expo, prometo deixar um comentario depois.

    Beijos

    • Bru Pacífico

      Oi Clarisse,
      Fico feliz de saber que gosta do blog, e de todos os assuntos que abordo nele!
      Realmente o J.P escreve sobre coisas muito interessantes!
      Obrigada
      Beijos
      Bru

• Assuntos Relacionados •