Tenho uma super novidade para vocês… Estamos com uma nova colunista muito querida e que vai continuar com o assunto “saúde animal” aqui no blog!

A Dra. Andrea Chemin é Médica Veterinária formada pela Universidade de São Paulo, com Residência em Clínica Cirúrgica pelo Hospital Veterinário da Universidade de São Paulo e, atualmente, trabalha no Hospital Veterinário Pet Care.

Andrea

Ela já escreveu o primeiro post para vocês, espero que gostem:

“Olá, Meninas!

Estou começando agora como colunista aqui no Blog. Darei continuidade ao trabalho que o Dr. Laurence desenvolveu junto com a Bru nos últimos anos. Espero que os posts as ajudem a esclarecer algumas dúvidas e se tiverem sugestões de novos temas, serão muito bem-vindas!

O tema dessa semana é sobre Animais na Praia:

Precisamos pensar muito bem antes de levarmos nossos cães para a praia, ainda mais na alta temporada, onde o número de pessoas é maior, o calor mais forte e o risco de pegar doenças aumenta também. Nem sempre os cães estão acostumados com este tipo de ambiente, e podem acabar se estressando muito.

Um dos cuidados a se tomar é em relação aos passeios. Prefira fazê-los logo no início da manhã ou no final da tarde. Dessa forma, evitamos que o animal apresente uma internação ou “heat stroke” (aumento de temperatura corpórea decorrente da dificuldade do corpo em se resfriar adequadamente num ambiente com calor excessivo, o que pode levar o animal a colapso) e até mesmo queimadura nos coxins (as almofadinhas nas patas).

Na praia a situação é pior, já que o animal fica mais exposto a verminoses. A mais frequente é o Ancylostoma, o famoso “bicho geográfico”. Cães portadores do verme que passam pela praia, ao defecar contaminam a areia, sendo assim uma fonte de infecção para outros cães e pessoas. Em cães, esse verme provoca vômitos e diarréia, entre outros sintomas. Para evitar, peça que o veterinário do seu animal te oriente sobre vermifugação.

A areia, além de ser um ambiente que pode conter verminoses, pode, combinada com a umidade, também causar irritações na pele e nos olhos dos cães. Devemos ainda tomar cuidado com a água e o mar. Ao nadar, uma grande quantidade de água pode entrar dentro das orelhas dos cães e ocasionar uma inflamação ou até infecção (otite). Isso é muito comum em raças de cães com orelha pendular, como por exemplo Cocker Spaniel e Golden Retriever.

Um outro ponto importante é em relação à exposição ao sol. Os cães também estão expostos às radiações ultravioleta e podem apresentar câncer de pele. Hoje já existe protetor solar para cães. Inclusive, a Bruna já fez um post sobre isso.

Por fim, quero alertá-las sobre o famoso verme do coração – a Dirofilária. A transmissão deste parasita ocorre entre cães através da picada de um mosquito. Este mosquito vive preferencialmente em rios e lagos próximos ao litoral, mas também é encontrado em regiões arborizadas próximas a mananciais. Estes locais apresentam condições favoráveis à proliferação dos insetos e da doença. O verme se aloja no coração de cães e gatos, causando desde tosse e cansaço, até mesmo insuficiência cardíaca. Além disso, é importante lembrar que a dirofilariose é uma zoonose, podendo acometer humanos. É necessário portanto que os animais que vivem nessas áreas endêmicas, ou que eventualmente visitem esses locais, sejam submetidos a um exame de sangue específico (um teste sorológico) e posterior tratamento preventivo caso não tenha sido infectado. O tratamento preventivo deve ser realizado mensalmente.

E lembre-se: é importante vacinação sempre em dia, local fresco e água sempre abundante para seu animal! Assim, garantimos uma viagem mais segura tanto para você, como para seu companheiro!”

Quero saber, o que acharam do primeiro post da Dra. Andrea? Estou muito feliz de ter ela aqui com a gente!!!!

Tags: , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 Comentário:Nova Colunista! Andrea Chemin | Animais na praia

  1. Thuans

    Seja bem vinda, doutora! Adorei o texto, principalmente por vc ter trazido informações que eu desconhecia sobre as zoonoses! Beijo!

    • Maria Eliza

      Adorei o post, e ao mesmo tempo fiquei muito orgulhosa da minha colega/amiga e companheira de residência da FMVZ-USP!
      Você é iluminada!! Beijos

  2. ELIANE

    Bom Dia!
    Gostei bastante das dicas, esclarecimentos.
    Tenho dois amiguinhos o Guri e a Pipoca e estive com eles no litoral e percebi que realmente o stress é visível ao passear com eles pelo calçadão a tardinha onde tem muita gente. Acho que não vale a pena levá-los .
    Estarei sempre ligada nos post(s), muito sucesso.

  3. Dorathy

    Obrigadão Bruna pela atenção tinha lhe enviado um email esses dias lhe perguntando exatamente sobre tudo que tem nesse post. Você é uma querida, que Deus abençõe sempre sua vida, sua casa e sua familia. Exemplo de pessoa e de blogueira

  4. Vanessa

    Adorei o post!! Lí inclusive para minha mãe que estava por perto… fiz ela ouvir essas informações … já que sempre levamos nosso cachorro para praia… mas nunca o levamos para a beira do mar, porque temos medo que ele pegue doenças ou dermatites, alergias … ele é um lhasa apso. Sempre caminhamos com ele antes das 8hs e depois das 18hs por causa do calor.
    Adoramos as dicas!!! Obrigada Dra. Andréia e a Bru!
    Bju

  5. livia

    bru, faz um na necessaire com a isa marques!!!

  6. Stephanie Locci

    Adorei as dicas e agora sou leitora do blog!!! Sabe o que tenho dificuldade em saber e as vezes fico brava com a minha mãe… quais frutas podemos dar aos cachorros? Onde moro é muito quente e sempre damos frutinha gelada para diminuir o calor da minha pequena!!! Ou então coloco gelinho na água para conservar por mais tempo gelada!! Podemos fazer isso?
    Não sei se já falaram deste tema..
    Obrigada!!

  7. Carol Amgarten

    A Dra. Andrea é demais! =) Vou acompanhar sempre.

  8. Pedro Menchik

    Aêê Deia, adorei sua estreia como blogueira, muito bom seu post! Vou acompanhar sempre 🙂

  9. Hilton

    Parabéns pelo post! São informações muito valiosas para todos nós que amamos nossos pets!! Muito orgulho de você Dra. Andrea! Sucesso!!

  10. Gabriela Dantas

    Oi querida! Adorei seu post, agora que vi que você está de colunista, vou ficar de olho sempre! Beijos!

• Assuntos Relacionados •