Assim como nós aprendemos regras, limites, lições e postura para viver em sociedade e em grupos, os cães e gatos também necessitam disso para viverem conosco.

A base do nosso aprendizado é a paciência e a sequência dos exercícios e das regras. Pois só assim aprendemos, assimilamos e evoluímos para novas tarefas.

Um ser humano que tem um Professor sem paciência ou não preparado, irá formar um aluno deficiente e confuso em suas tarefas.

Na interação entre homens e animais, somos os professores e cabe a nós, termos a paciência e a metodologia adequada para ensinar os peludos a fazerem as coisas certas.

A maior dificuldade e ensinamento que tento passar aos meus clientes humanos é exatamente a percepção e entendimento de que a paciência e a constância dos exercícios são as chaves para se educar um cão ou um gato.

Não existem milagres e tão pouco nada acontece com o estalar dos dedos.

Se o cão ou o gato não aprende determinado exercício ou regra de obediência, a culpa é nossa, somente!!

Não existe cães ou gatos burros, o que existe são peludos com maior ou menor facilidade de entendimento das tarefas exigidas. Mas a responsabilidade principal do peludo entender e assimilar isso é a do dono ou a do treinador.

Portanto, o segredo de qualquer treinamento é paciência e repetição. Assim como você aprendeu na escola, ou com sua família. O direcionamento é exatamente o mesmo.

Caso você tenha dificuldades de entender seu peludo ou ele tenha dificuldades de entender o que você quer dele, entre em contato e peça uma consulta comportamental.

E nunca se esqueça: Se seu peludo não aprende alguma coisa é porque você não está sabendo ensinar.

por Thiago Sanchez

Paiencia = aprendizado

Tags: , , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentário:Paciência = Aprendizado

  1. Fe

    Adorei o post de hoje!
    Beijos Fe.

    Para dicas e novidades:
    http://www.fesparkle.blogspot.com

  2. Marina

    Oi Bru, vejo seu blog todos os dias, ja comentei algumas vezes.
    Hj vim falar da minha cachorrinha, que pra mim é tudo! Cuido dela como se fosse uma filha mesma, educo, me preocupo…
    Mas desde domingo retrasado (dia 2), ela não ta comendo. A ração dela é Premier (era Royal, mas ela enjoou, parou de comer por 1 semana, mas brincava e etc, então apenas trocamos para a Premier e ela voltou a comer), ela come 1x por dia, não gosta muito de comer ração, gosta de petisquinhos e tbm meu pai e visitas ficam dando pedacinhos de comida pra ela: pao de queijo, presunto, etc. Então conversei com meu pai e expliquei que ela ja não comia ração a alguns dias e ele parou de dar os pedacinhos de comida. Então neste domingo fazia 1 semana que ela estava praticamente sem comer, só a base de bifinhos, biscoitinhos ( também diminui isso pra ver se ela fica com fome e come a ração), coloquei um caldinho de frango na ração dela e ela comeu tudo. Depois não quis mais novamente. Então ontem de manhã comprei uma Premier diferente, para mudar o cheiro, gosto da ração. Ela continua se recusando, ja emagreceu e tudo mais. Estou preocupada, então ralei um pouquinho de presunto, bem pouquinho, só pra dar cheiro e ela comeu tudo. Fisicamente ela está bem, vermifugada, as fezes estão normais, não vomitou nem nada, há 1 mês achei 2 carrapatos nela, coloquei o Frontline (sempre coloco) e agora olho todos os dias, não tem nada.
    Ela ta querendo só dormir, se brincar com ela raramente ela da moral, mas de vez em quando ela pede pra brincar ( nao sei como pq deve estar mto fraca). Entao to desconfiada que ela está depressiva, pois cio tbm não é. Não sei o que fazer se for issso 🙁 amanha vou leva-la ao veterinário para fazer exames, mas ja vi ela doente, fica muito diferente do que está agora. Acho que pode ser depressão mesmo. Vc sabe o que devo fazer?
    Obrigada Bru e Thiago.

  3. Larissa

    Olá Meninas, conheçam a minha loja http://www.brigittebabou.com.br , tem bijus e acessórios lindos pra arrasar no look !!

  4. Helen

    Oi Bru, hoje eu acordei triste com a notícia do falecimento do meu “bebê”. Sempre via as pessoas que falavam sobre seus cachorros e eu sempre dizia que sentia muito e que não tinha passado por isso, não sabia realmente o que elas passavam. Ontem foi um “baque”, não imaginava que isso iria ocorrer tão rápido. Parece que falta alguma coisa, e vai doer ainda mais chegar em casa todos os dias e não encontrar ele lá. Sei que você passou por isso com a mel, não sei se tem como, mas você poderia mostrar uma forma de amenizar esse sofrimento. Bjs

    • Leonardo

      Ola Bru.
      Meu dog tem 2 aninhos,ela e da raça cocker spaniel.Ela era de outra pessoa,ela fica chorando e anciosa,não sei como tornar a adpatcao dela mais agradável,por me ajude com alguma dica.

• Assuntos Relacionados •