Como todos já devem ter ouvido falar, a castração de cães e gatos é um procedimento simples e importantíssimo para o controle da população dessas espécies. Além disso, a castração evita vários problemas de saúde e de comportamento. Com este post, tentei esclarecer as principais dúvidas relacionadas a esse tema:

1)A partir de qual idade pode-se realizar a castração?

É importante lembrar que, antes de programar o procedimento, o animal já deve ter tomado todas as vacinas.

  • Cães fêmeas: com aproximadamente 6 a 9 meses, e de preferência antes do primeiro cio.
  • Cães machos: com aproximadamente 5 a 10 meses.
  • Gatos fêmeas: com aproximadamente 4 a 6 meses, e de preferência antes do primeiro cio.
  • Gatos machos: com aproximadamente 4 a 5 meses.

Há um mito popular de que toda fêmea deve ter pelo menos uma cria durante sua vida. Isso realmente não passa de um mito e não traz benefício algum para a fêmea. Na verdade, pode até trazer prejuízos para ela (vide a resposta da pergunta abaixo).

2)A castração evita tumores de mama em cães e gatos?

Sim, é possível evitar tumor de mama em fêmeas com a castração precoce (antes do primeiro cio ou no máximo entre o primeiro e segundo cio). Este é um dado muito relevante, principalmente porque este tipo de tumor corresponde a cerca de 50% de todos os tumores em cadelas.

Estudos realizados desde 1969 mostram que a relação entre o tempo da castração e o risco de desenvolver tumor de mama é o seguinte:

  • Castração antes do primeiro cio: risco de 0,05%
  • Castração entre o primeiro e segundo cio: risco de 8%
  • Castração após o segundo cio: risco de 26%

3)Quais outros problemas a castração evita?

  • Cães fêmeas: evita o desenvolvimento de piometra (infecção do útero).
  • Cães machos: redução da marcação de território, redução da agressividade e libido, evita problemas de próstata e de testículo (como tumores).
  • Gatos fêmeas: evita o desenvolvimento de piometra e fica mais fácil manter o animal domiciliado.
  • Gatos machos: redução da marcação de território, redução da agressividade e maior facilidade de manter o animal domiciliado.

4)A castração tem desvantagens?

Sim. No caso da castração precoce, há maior risco de infantilização da vulva ou pênis do cão ou gato. E, tanto na castração de animais jovens como adultos, há maior predisposição para ganho de peso.

5)Existem recomendações a serem tomadas após a castração?

Sim. A principal recomendação é estimular a atividade física e fazer controle de peso do seu animal. Seu médico veterinário pode lhe orientar melhor a respeito de rações e dietas. Animais castrados ganham peso principalmente no primeiro semestre após a castração.

Se o seu animal ainda não é castrado, procure um médico veterinário e cuide do seu peludo!

por Dra. Andra Chemin

 

Tags: , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comentário:Tire suas dúvidas sobre a castração de cães e gatos!

  1. Daniela

    Ótimas informações! Mesmo já tendo muita informação pq tenho cachorros, sempre falta alguma coisa! Aquele percentual de risco foi de muita importância e a idade pra castrar tb! Obrigada linda!Vc é o máximo!

  2. Thayane

    Concordo com tudo, mas não podemos esquecer dos riscos. Apesar da cirurgia em si ser bem simples, existe o risco da anestesia.
    E foi assim que perdi minha Kiara. Hoje fazem 20 dias e a saudade aumenta a cada dia.
    Sempre pensei que castrando, estaria fazendo o bem para minha pequena. E ela acabou ficando na mesa de cirurgia.
    Por isso, antes de tomar essa decisão, analisem bem o profissional e o tipo de anestesia. A dor que passei e ainda sinto quando lembro, não desejo para ninguém.

  3. daniela

    Castrei minha cachorrinha no dia 24/01/2015 e eu notei que ela esta triste so fica deitada pouco se lavante e desde ontem nao bebe muita agua gostaria de saber se e normal, tbm gostaria de saber se posso tirar o curativo para limpar ou espero cair estou preocupada.

  4. Jessika

    Tenho um Lhasa Apso com 3 anos, ainda não castrei pois queria que ele cruzasse, mas até agora não aconteceu, e de uns meses para cá, ele tem demonstrado um comportamento agressivo e possessivo especialmente com meu filho mais novo de 10 anos. ele quer dominar td q é dele, roupas, cobertores, travesseiros, chinelos, e ninguém da família pode se aproximar dele, que ele avança em quem for. Ontem ele até mordeu a mão do meu filho só pq eu me aproximei para abraça-lo. O que fazer? Me ajudem.

• Assuntos Relacionados •