Como todos sabem, cães e gatos devem ser vacinados para prevenirmos doenças importantes como Cinomose e Parvovirose em cães e Panleucopenia em gatos, além da Raiva para ambos.

Basicamente o esquema de vacinação é iniciado com 2 meses de idade. Eles recebem 3 doses de uma vacina polivalente específica para a espécie com intervalos de 30 dias. Na última dose recebem também a vacina anti-rábica e depois de 10 dias os cães podem sair para passeios na rua, com guia, e ter contato com outros animais.

É importante lembrar que gatos que tem acesso a rua tem, comprovadamente, menor tempo de vida. Os felinos que não são criados estritamente dentro de casa têm contato com gatos que podem transmitir doenças importantes, além da possibilidade de serem atropelados e envenenados.

Se o animal iniciar o esquema de vacinação já adulto, ele pode receber apenas duas doses com intervalo de 30 dias. Atualmente, está sendo muito discutida a frequência de reforços que os animais recebem. Sabemos hoje que os anticorpos produzidos podem durar até 2 ou 3 anos após a vacinação.

A vacina polivalente para cães conhecida como V10 os protege contra Cinomose, Hepatite infecciosa, Traqueobronquite infecciosa, Parvovirose, Coronavirose e Leptospirose. Para gatos, encontramos a V4 contra o Complexo Respiratório Felino e Panleucopenia felina e a V5 acrescentando a Leucemia Viral Felina.

Algumas vacinas não protegem o animal completamente. Como exemplo, temos o cão que é vacinado contra Leptospirose mas ainda sim contrai a doença, porque não há nenhuma vacina que proteja contra todos os tipos de Leptospira. E os felinos, mesmo vacinados contra o Complexo Respiratório Felino, podem adquirir a infecção, mas de uma forma mais amena.

Todos os animais devem estar saudáveis no momento da vacinação para criarem anticorpos e ficarem realmente protegidos. Por isso, é importante a avaliação feita por um Médico Veterinário. Apenas profissionais qualificados poderão escolher o protocolo adequado de vacinação para o seu animal.

Tags: , , , , ,
G.Plus Facebook

• Faça um Comentario no Facebook deste assunto •

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentário:Vacinação em cães e gatos

  1. Vicky

    oi, Bruna

    Eu tenho 3 cachorros (um lhasa, uma shih tzu e uma pomerânia), então sempre me mantenho informada sobre assuntos caninos. Já li sobre o espaçamento das vacinações e tentei conversar com uma veterinária e ela foi super resistente. Você já conversou sobre isso com o seu veterinário? O esquema da Frida mudou?

    Obrigada!

    • Bru Pacífico

      Oi Vicky,
      Continuo dando as vacinas uma vez por ano!
      Beijos
      Bru

  2. Pingback: Como receber meu filhote? | Bruna Pacífico

  3. MARIA APARECIDA DE ANDRADE GASTALDI

    Amigos!

    A Região de São Paulo e seus arredores possui mais de 15 milhões de cães e gatos. Considerando este efetivo de animais distribuídos entre a população, eis que constam aproximadamente 1 animal p/ cada habitação coletiva, às vezes 2 ou até 3.
    A vacinação que deveria ser prioridade p/ toda essa população acabou ficando neglicenciada em 2011 por conta de contaminações nos produtos utilizados pela Prefeitura. Tudo foi recolhido e não se encontrou uma fórmula p/ repor os medicamentos.
    Todavia, mais da metade da quantidade especificada acima não foram vacinados. Somente quem possui condições financeiras pode arcar com a quantia de R$ 50,00 p/ 2 vacinas eficientes.
    A maioria de cães e gatos certamente ficaram esquecidos e deixados à sorte do Deus dará.
    Isto mostra que não existe uma política de prevenção e aplicação imunizadora p/ animais de estimação.
    Não se criaram nenhum órgão específico que trate do assunto, e isto mostra a negligência das autoridades nesta questão.
    Contudo, os cabeçudos políticos criam impostos e taxas que oneram o orçamento da população e deixam relegados a quem puder a vacinação p/ nossos bichos companheiros.
    Isto é ridículo, num país tão densamente povoado por animais amigos do ser humano. Mas poucos são os que se incomodam com o problema, pois para a maioria, parece que os bichos só servem p/ serem expostos em circos, ir p/ a panela e ser maltratados como animais imprestáveis.
    Esquecem-se que são também animais ferozes, apesar de almas inteligentes, parecem que possuem instintos bestiais.

  4. Daniela

    Ola, apareceu um gato macho aqui na minha casa, nao sei
    quanto tempo ele tem e nem se eh vacinado. O que devo fazer ? Devo
    vermifuga-lo tambem ?

• Assuntos Relacionados •